Passe adiante! Bolinha de Natal – Eu faço e faço alguém fazer igual (aula no Youtube)

A Ná passando adiante

Há 2 anos aprendi com a Vera, no Youtube, a forrar bolas de isopor que graciosamente se transformaram em bolas de Natal. Ela fez tão simples, que me apaixonei. Nem sabia que isso era patchwork no isopor.

Aqui em casa, na época, eu e minhas filhas passamos um tempo brincando disso. Cada uma do seu jeito, sem regra – pq de regrado basta o dia – fizemos bola em tons de azul, tons de rosa, em clássicos verde e vermelho. Tinha bola com retalhos que nem combinavam quando vistos fora. E tudo ficou uma graça. E o melhor era dizer “a gente que fez”.

Em agosto desse ano eu passei adiante (em http://www.clubetelecamp.com.br, procure por “2010-08-22 – Curso de Artesanato”), e essas meninas tem feito igual – olha o sorriso delas! E tinha quem disse que não tinha dom pra coisa.

Lá no trabalho, um relax com as meninas depois do horário também rendeu mais sorrisos. Quem tem filhinho pequeno amou, pq não quebra, é levinha, e se o pequeno puxar da árvore, tá tudo bem :)

Na Igreja onde ajudo outras meninas a fazerem arte, as bolinhas introduziram-nas bem ao patchwork no isopor. Elas já vão passar pra terceira obra – fotos em breve.

Tem gente que está fazendo pra incrementar a renda. A Bel e a amiga estão a mil!

Tem gente sorrindo. E só por isso já vale a pena.

Veja o vídeo, faça igual, e passe adiante.

Bjo,
Alessandra

Atendendo a pedidos: Clube Sunbonnet – riscos para patchwork no isopor

Inauguramos o Clube Sunbonnet!

A enquete viva desde agosto tem mostrado que riscos de sunbonnet é o que mais se procura – colei de novo aqui no final deste post.

No menu Riscos, à direita, vide novo item “Clube Sunbonnet”, onde coloquei alguns para um belo divertimento.

São riscos peguei na internet e não tinham marca de propriedade – uma pena, pois gosto de citar a fonte; quem desenvolve um risco, obra qualquer, merece ser reconhecido pelo feito.

Editei de leve, como sempre gosto de fazer para deixar o patchwork no isopor mais fácil. Pra que dificultar?

Não fiz nenhum, falta de tempo, mas quem está acompanhando, que tal compartilhar sua combinação de tecidos e sua obra aqui?

Mande para mim em afinidartes@gmail.com.br. Citarei você e seu trabalho com alegria.

Fica o convite. Bem vindo!

E acompanhe pq quando der insônia de novo, só Deus e meu cérebro sabem quando, vou colocar mais coisas.

Bjo,
Alessandra

Natal: Kits para revestimento em tecido e patchwork no isopor, passo-a-passo

Fiz algumas caixinhas simples e fáceis para o Natal, pensando em quem vai começar a brincadeira em 2 técnicas:

  • revestimento simples em tecido,
  • patchwork no isopor.

Você pode usar para rechear de presentes, ou fazer delas o próprio presente.

Se você se interessar em fazer igual, clique aqui e veja alguns kits para começar sem gastar muito.

Boa semana a todos,
Alessandra

Sunbonnet skiando na neve

Sunbonnet & snow ski - patchworlQue sábado frio nessa minha terra hoje!

Preparando o Natal que vem aí, que nos remete ao frio do hemisfério norte, aí está uma linda nova sunbonnet patinando na neve . As cores fogem totalmente do tradicional dourado, verde e vermelho do Natal (afinal, pq não?).

Foi feita em uma caixa pequena 16 x 16. Os detalhes azuis dos patins foram feitos em cordão encerado azul. Mas poderiam ser desenhados com caneta para tecido e teríamos um efeito bem parecido.

Já estou preparando outra com risco idêntico, mas em outras cores. Quem faz patchwork tradicional ou o patchwork no isopor sabe o que é isso – testamos sem fim paninhos, cores e combinações.

Quando eu terminar a nova de outra cor, publico. Não estou totalmente decidida com as combinações, por isso minha cabeça ferve e coça :). Vou voltar pra caixinha nova já!

Espero que gostem dessa em xadrez e poá azuis de hoje.

Bjos e bom final de semana,

Alessandra

PS:  Coloquei esta peça à venda na lojinha virtual.

Cachorrinhos brincando – modelo de patchwork no isopor com risco!

Cachorrinhos brincando - patchwork no isoporFeita para a Isa com muito carinho, em comemoração aos seus 10 anos.

Deu muito trabalho! A caixa é 20cm x 20cm, mas os recortes são na maior parte pequenos. Se vc está começando, sugiro treinar em riscos menos detalhados, com itens/partes maiores e menos curvos.

Mas como sempre: valeu a pena.

Caixa aberta

Pra quem quiser se aventurar, vide risco na página de Riscos Infantis.

[]s, boa semana a todos,
Alessandra

Riscos para patchwork no isopor: Natal!

Risco Papai Noel

Hoje “inauguro” a página de riscos com motivos de Natal.
Inauguro os “enta” também, mas isso é outra história :)

Clique no link ou ao lado no menu: “Páginas -> Riscos – Patchwork no isopor”.

Alguns eu adaptei um pouco pro patchwork no isopor, mas valem para tudo que nossa criatividade indique.

Sugiro que quem sempre procura por riscos acompanhe o blog de vez em quando, pois sempre vou inserir outras coisas.

Meu plano essa semana é me dedicar mais um pouco para os riscos de Natal, e assim poder ajudar o pessoal que já está se preparando para dezembro, e logo em seguida virão as adoráveis bonequinhas Sunbonnets, que “ganhou” na votação de post anterior.

Tenham todos boa diversão, um ótimo domingo e que não tenhamos fila hoje para votar!

Alessandra

Voltando com ideias novas!

Patchwork isopor - caixa casal gatos

Casal de gatinhos em patchwork no isopor

Sumi! Haja tempo pra tudo que todos nós temos e queremos fazer.

Estou devendo alguns desenhos, principalmente de Natal e as bonequinhas sunbonnet. Aguentem aí!

Hoje rapidamente coloco aqui uma caixa arquivo estampada que fiz pra Tia Marina (me apaixonei a primeira vista com esse estampado), e a caixa do casal de gatinhos (casal meigo!) que vai seguir como presente para quem-não-posso-contar-agora (senão ela descobre antes :)).

Caixa arquivo aberta, revestida com tecido

Caixa organizadora revestida com tecido

Também como ajuda para pessoas como a “Mit”, vou acabar montando uma página de fotos passo-a-passo e vídeos de detalhes para quem gosta ou quer aprender revestimento de peças com tecido e claro, o
v-i-c-i-a-n-t-e patchwork no isopor. Como tempo é o limitante, peço um pouco de paciência pra todo mundo que acompanha.

Obrigada pelo carinho de todo mundo!!

Espero essas sirvam de inspiração. Dúvidas, estou por aqui.

Bjos a todos :*
Alessandra

Enquete – Que riscos de patchwork no isopor você pretende encontrar aqui?

Pessoal, boa noite,

As visitas aqui no blog tem superado bem as minhas expectativas e a maior parte das pessoas tem procurado por riscos.

Diga-me o que vc procura para me ajudar a ajudar você que, ou já viciou, ou ainda vai, no Patch no isopor – por enquanto vamos focar nessa técnica que tem ocupado meu tempo com bastante alegria.

Vou me programar para publicar riscos semanalmente conforme as dicas que aqui forem colocadas, ou eventualmente outras coisas que sejam indicadas.

Bem vindos ;-)

[]s

Alessandra

Mas o que é uma Kokeshi?

De maneira simplificada, Kokeshis são bonecas japonesas esculpidas em madeira, com rostos pintados a mão, o que confere a elas o detalhe da unicidade, bastante valorizado pelos japoneses.

Depois de pesquisar um pouco sobre a origem delas – sim, eu gostava e fazia meu patch sem saber dos detalhes – me apaixonei ainda mais: a filosofia que permeia a histórias das kokeshis consiste na harmonização da beleza e da arte com a simplicidade.

A madeira utilizada é geralmente de Cerejeira ou Cornus, e descansa 5 anos antes de ser esculpida, para que esteja seca o suficiente.

As formas das bonecas variam de acordo com o tempo e a região:

  • Na origem, não tinham braços ou pernas definidas, apenas cabeça e corpo, e geralmente listas pintadas ao longo do corpo caracterizavam o artista e a região.

    Kokeshi Tradicional

  • A forma mais criativa, não à toa a mais moderna datando do pós 2a Guerra, é chamada Shingata. Aqui há liberdade de cores e formas aos artistas que geralmente são de grandes cidades.

    Kokeshi Criativa

    Kokeshi Criativa

  • E mais recentemente, encontradas facilmente em lojas do mundo todo:
Kokeshis, versão comercial

Kokeshis, versão comercial

  • E na versão patchwork no isopor, da Alessandra que vos escreve, com adaptações dos desenhos originais de Myriam Lakraa:

Kokeshi da Boo

Kokeshis da Ná

Kokeshi da Ju

Kokeshi em patchwork no isopor

Como a origem das Kokeshis é muito antiga, como tudo lá no Japão, há muito folclore sobre os motivos que as fizeram surgir, que hoje prefiro não citar, pois basta a beleza delas :).

Quem quiser mais detalhes, vide fontes:

Fontes:

  1. Curiosidades de como são feitas, com imagens da peça no torno e pintura, e outros detalhes: http://www.japanese-doll.biz/group/kokeshi-doll.html
  2. O que são as Kokeshis, em português, com mais detalhes dos tipos, formas, origens: http://pt.wikipedia.org/wiki/Kokeshi
  3. Outro blog com mais detalhes em português: http://patylippi.blogspot.com/2010/02/kokeshi.html
  4. Fonte das fotos nest post publicadas: http://weekendsinmalaysia.blogspot.com/2009/08/when-weekends-get-ruined.html

E a nova Kokeshi ficou pronta!

E essa vai para uma amiga que pediu (quem será?).

Nem demorou tanto pq estou na fase Kokeshis novamente.

Criatividade limitada a minha – eis outro desenho da Myriam Lakraa.

Bom final de semana :*

A partir de outubro/2010 aceito encomendas desta caixinha. Se vc gostou, mas não se aventura a faze-la você mesmo clique aqui. Se vc preferir, deixe recado aqui mesmo no blog.

Previous Older Entries

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 98 outros seguidores

%d bloggers like this: