Atendendo a pedidos: Clube Sunbonnet – riscos para patchwork no isopor

Inauguramos o Clube Sunbonnet!

A enquete viva desde agosto tem mostrado que riscos de sunbonnet é o que mais se procura – colei de novo aqui no final deste post.

No menu Riscos, à direita, vide novo item “Clube Sunbonnet”, onde coloquei alguns para um belo divertimento.

São riscos peguei na internet e não tinham marca de propriedade – uma pena, pois gosto de citar a fonte; quem desenvolve um risco, obra qualquer, merece ser reconhecido pelo feito.

Editei de leve, como sempre gosto de fazer para deixar o patchwork no isopor mais fácil. Pra que dificultar?

Não fiz nenhum, falta de tempo, mas quem está acompanhando, que tal compartilhar sua combinação de tecidos e sua obra aqui?

Mande para mim em afinidartes@gmail.com.br. Citarei você e seu trabalho com alegria.

Fica o convite. Bem vindo!

E acompanhe pq quando der insônia de novo, só Deus e meu cérebro sabem quando, vou colocar mais coisas.

Bjo,
Alessandra

Anúncios

Sunbonnet skiando na neve

Sunbonnet & snow ski - patchworlQue sábado frio nessa minha terra hoje!

Preparando o Natal que vem aí, que nos remete ao frio do hemisfério norte, aí está uma linda nova sunbonnet patinando na neve . As cores fogem totalmente do tradicional dourado, verde e vermelho do Natal (afinal, pq não?).

Foi feita em uma caixa pequena 16 x 16. Os detalhes azuis dos patins foram feitos em cordão encerado azul. Mas poderiam ser desenhados com caneta para tecido e teríamos um efeito bem parecido.

Já estou preparando outra com risco idêntico, mas em outras cores. Quem faz patchwork tradicional ou o patchwork no isopor sabe o que é isso – testamos sem fim paninhos, cores e combinações.

Quando eu terminar a nova de outra cor, publico. Não estou totalmente decidida com as combinações, por isso minha cabeça ferve e coça :). Vou voltar pra caixinha nova já!

Espero que gostem dessa em xadrez e poá azuis de hoje.

Bjos e bom final de semana,

Alessandra

PS:  Coloquei esta peça à venda na lojinha virtual.

Risco básico para patchwork no isopor, e dica de vídeo aula

Aí vai mais um risco adaptado para o patchwork no isopor, para quem vai começar básico.

Dica para as linhas:

  • use caneta para tecido – mais fácil
  • encaixe linhas de bordado, lãs ou mesmo tecido no espaço recortado – quanto menos espesso o material, menos profundo tem que ser o corte com o estilete
  • colar sem corte também vale!

Dica para os balões:

  • cole manta acrílica recortada sobre os balões sobre o isopor.
    A medida é um mínimo menor que o risco, para facilitar o encaixe do tecido por cima. Dá um efeito fofo e interessante.

Encontrei uma série de vídeos com aulas bastante didáticas para quem quer começar, da artesã Lu Heringer. Aliás, ela tem dicas para muita coisa em artesanato. Vale conferir.

Casal Sunbonnet – Risco para Patchwork no Isopor

Pessoal, adaptei o desenho de uma das caixinhas que fiz para quem quiser se aventurar na técnica sem se preocupar com os pequenos detalhes, que podem nos atrapalhar.

Isso também facilita no tempo para aqueles mais ansiosos por concluir a obra.

O risco original – à direita – contem um coração entre o casal.

Exclui o coração e juntei as mãozinhas deles :). Achei que ficou tão romântico quanto.

Também facilitei tirando um detalhe do menino na altura do peito, e alinhei os pezinhos.

O desenho original encontrei em sites diferentes, repetidamente.

A lua, que fiz na minha caixinha, foi feita a partir de uma tampinha de gatorade 🙂

Aproveite e invente.

Alessandra

Sunbonnet – casal :)

Essa foi inspirada num casal muito fofo e lindo (ok, suspeita).

Amanhã vou postar algo diferente de caixinhas. Aguarde :*

Sunbonnet

Sunbonnets são bonequinhas com rostos escondidos por chapéus ou gorro, criadas pela autora de livros infantis Kate Greenaway, na Inglaterra em 1867.

Foram usadas por lá, na Inglaterra, além de ilustrações em seus livros, em bordados chamados de Redwork.

Logo que invadiram os Estados Unidos, adaptaram-nas no Patchwork e no Quilt (apostilas datam de 1900).

Para o patchwork no isopor, os riscos de sunbonnets são muito adequados pois são fáceis de trabalhar,  dado que não possuem muitos detalhes – coisa importante nesta técnica: ganha-se tempo, retoca-se menos se necessário :).

Eu inventei a florzinha rosa do lado para complementar o risco que eu tinha. As pétalas (pequenas) já deram um pouco mais de trabalho – essa caixa também é pequena 13x13cm.

Aqui, vai o exemplo da minha primeira caixinha revestida com uma sunbonnet.

Foi uma das que eu mais gostei de fazer, pelo resultado da combinação das cores.

Espero que gostem.

%d bloggers like this: